Agro = Agricultura, Campo…

Publicado em às 16:46.
Por José Alberto Valiatti

Turismo = Passeio, Visita…

 

 

 

 

Passeio no Campo, visita à Agricultura. Assim começo a relatar uma das maiores e sábias ideias tidas em outrora por homens e mulheres dispostos a buscar alternativas de renda, mas com a preocupação de não agredir o meio ambiente. Usar o que estava a sua disposição e adicionando seus dotes culinários, principalmente. Vivemos em um município que tem um enorme potencial turístico e nos situamos há menos de setenta quilômetros de Venda Nova do Imigrante, maior referência do agroturismo nacional. Voltando a Iconha, percebemos que temos os ingredientes principais para o desenvolvimento dessa ação: ótimo clima; próximo ao mar e a montanha e com uma Rodovia importante nos dando comodidade e passando por um dos Vales mais magníficos do país em São Caetano. Todos os anos são milhares de turistas, principalmente mineiros, que atravessam nosso município para chegarem aos balneários do sul capixaba. Infelizmente, trafegam por vinte e dois quilômetros por nossa terrinha sem ao menos tomarem conhecimento das nossas belezas naturais e da hospitalidade do nosso povo. O agroturismo é realidade e garantia de sucesso socioeconômico. Aqui em Iconha é muito pouco explorado, mas quando alcançarmos uma ação mais prática voltada para isso, certamente deslanchará. Temos pousada e restaurante em Campinho, no Sítio Vida e pousada em Tocaia no Tokaia do Valle. Temos também piscinas em Palmital e Inhaúma que atraem muitas pessoas na alta estação. Possuímos monumentos históricos, como a igreja católica de Inhaúma e Duas Barras, mas que necessitam de mais divulgação. Iconha, mesmo com todo desenvolvimento empresarial, continua sendo uma referência agrícola devido sua grande produção de café e banana. Iconha é um dos maiores exemplos de reforma agrária do Brasil onde a maioria das famílias que vivem na Zona Rural, possui um pedaço de terra para plantar. Isso é devido ao trabalho dos portugueses que vendiam os terrenos de dois ou três alqueires para os imigrantes italianos e por isso que não temos latifúndios. A nossa história é riquíssima e como início meu relato, temos um excepcional potencial para a prática do agroturismo. Muitas famílias produzem e vendem nas casas seus produtos turísticos e outras engajadas em Associações também produzem e comercializam seus produtos na feira municipal às quintas feiras e também em outros municípios. Lembrando que tudo é organicamente produzido. Iconha também, por meio da Assoarti (Associação dos Artesãos), confecciona artesanato de fibra de bananeira o qual é reconhecido nacionalmente.  Isso tudo já é um grande passo para o desenvolvimento dessa prática, pois são centenas de famílias que tiram seu sustento da terra e seus membros trabalham como Agricultores Familiares. No meu entendimento, deveria incluir no currículo escolar a língua italiana. Digo isso, pois noventa por cento dos nossos habitantes são descendentes de italianos e resgatando a língua e a cultura dos nossos antepassados, com certeza seria um grande incentivo do agroturismo em nossa região.

 

Foto: PLANTAÇÕES DE ICONHA

 

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*