Água do Rio Novo poderá salvar o SAAE

Publicado em às 10:27.
Por Maratimba

Um sonho vira realidade em Itapemirim, o SAAE está na iminência de ofertar a toda população de Itaipava, Itaoca, Joacima e Gomes a água proveniente do Rio Novo (manancial) 

 

A Prefeitura Municipal de Itapemirim com a interveniência de sua autarquia, Serviço Autônomo De Água e Esgoto de Itapemirim-SAAE, está na iminência de ofertar a toda população de Itaipava, Itaoca, Joacima e Gomes a água proveniente do Rio Novo (manancial) que facilitará o processo de tratamento, consequentemente refletirá na qualidade da água.

Há décadas, o SAAE e a população do único balneário de Itapemirim esperavam por esta obra tão sonhada. Atualmente, todos sabem que a Lagoa Guanandy é o manancial que atende àquela região.

A obra é de extrema importância do ponto de vista social, ambiental e econômico: social– atenderá a demanda da população com quantidade e qualidade; ambiental- permitirá a recuperação da Lagoa Guanandy; econômico– reduzirá os custos no processo de tratamento da água.

Em virtude da escassez hídrica que atingiu severamente a Lagoa Guanandy, o corpo técnico do SAAE concluiu que seria necessário agir rápido para não ocorrer um colapso no abastecimento de água, principalmente no verão.

Dessa forma, formalizou-se um projeto para bombeamento da água do Rio Novo até a Estação de Tratamento de Água do Gomes, cuja unidade operacional se encarregará do tratamento e distribuição da água.

Todo o processo de bombeamento da água será realizado dentro dos padrões tecnológicos avançados (Automação-Telemetria), que permitirá o acionamento e desligamento das bombas à distância.

A Estação Elevatória de Água Bruta (foto) e os 8.000 metros de adutora (diâmetro de 400mm) já estão prontas. Ontem (14/12/2017), foram realizados os testes de bombeamento, e acreditamos que até o dia 24 de dezembro já estaremos fornecendo nova água para toda a população de Itaipava, Itaoca, Joacima e Gomes.

A parceria da Prefeitura Municipal de Itapemirim com o SAAE é sólida, que resulta no atendimento dos anseios da população da forma que ela merece.

A obra foi integralmente custeada com recursos próprios da Prefeitura Municipal de Itapemirim, ficando a cargo do SAAE as demandas técnicas-operacionais.

 

 

Por Sávia Pontes Paz / Maratimba.com

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*