Entenda sobre estética orofacial e que tratamentos ela oferece

Publicado em às 16:27.
Por Assessoria de Imprensa

A odontologia está em expansão e constante evolução. Agora ela não é mais restrita aos dentes apenas, mas trata o paciente como um conjunto, buscando a saúde e o bem-estar geral.

A estética orofacial, também chamada de harmonização orofacial, virou uma realidade nos consultórios de dentistas que passaram por capacitação e deu a eles a habilidade de equilibrar traços da face e as funções básicas da cavidade oral.

De acordo com a ortodontista e especialista neste novo método, Dra. Elisa Alonso, o procedimento cresceu cinco vezes entre 2011 e 2017 e o Brasil deve se tornar o segundo maior mercado de estética fácil até 2021. “Esses dados são confirmados pela consultoria internacional Euromonitor. A quantidade de novos serviços, técnicas, e equipamentos disponíveis já é muito grande, e todos os anos surgem mais e mais. O importante é que os pacientes procurem por profissionais que façam atualizações constantes”, explica.

O que é e para que serve?

A estética orofacial é uma parte da odontologia que busca a harmonia e o restabelecimento das funções orais, tanto mastigatória como respiratória. Por meio da remodelagem óssea, correção da postura dos músculos faciais e correção da respiração, o dentista consegue promover harmonia dental e funcional, além do rejuvenescimento facial.

Essa especialidade odontológica busca a restauração da mastigação adequada, diminui dores de cabeça e na articulação da mandíbula; estimula a respiração pelo nariz, melhora as alergias e a apneia do sono. “Além de corrigir a mordida e a posição dos dentes, o que pode aumentar o sucesso da colocação de implantes”, completa Elisa Alonso.

Os procedimentos

Diversas técnicas podem ser utilizadas nessa área. Alguns procedimentos buscam principalmente a estética e a recuperação da juventude; outras, aprimorar algumas funções básicas que foram perdidas ao longo do tempo.

Dos métodos utilizados, a Dra. Elisa Alonso destaca a aplicação de toxina botulínica, fios de dermosustentação, preenchimento com ácido hialurônico e a bichectomia.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*