FIASCO • SIMONE & SIMARIA – Multidão espremida na praia em Itaipava

Publicado em às 17:37.
Por Da redação

“Achei o show horrível, muita falta de espaço, gente espremida como se fosse sardinha enlatadas, e também a falta de educação dos policiais da cavalaria, sair entrando no meio do povo, sem pedir licença, sabendo que tinha crianças, mulheres grávidas e idosos no meio, quase ao ponto de lavar uma coisa da dos cavalos … Decepcionante isso dos Policiais da Cavalaria”!, comentou uma internauta

O show das irmãs Simone e Simaria levou uma multidão de vários estados e municípios ao balneário de Itaipava/ Itapemirim. Tanta gente que não tinha lugar para acomodar. A Prefeitura de Itapemirim disponibilizou segurança, mas não imaginou que o local não era apropriado a um show dessa magnitude. Sabe-se que a dupla atualmente ocupa o primeiro lugar nas paradas de sucesso nacional com a sofrência, estilo que toca milhares de pessoas.

Não havia espaço para tanta gente. O que se viu foram centenas de fãs voltando indignada para casa, sem ao menos poder se aproximar do palco. Nas pedras no píer, milhares de pessoas corriam riscos. Muitas brigas ocorreram durante a apresentação das Coleguinhas. Com isso, pessoas eram obrigadas a correr em direção à praia.

O transito ficou interditado em ambos sentidos, para quem vinha de Marataízes e Vila sentido Itaipava e quem vinha de Piúma sentido ao balneário. Muitas reclamações.

_ “O típico programa de índio. Isso sem contar no trânsito p chegar e sair. Levamos mais tempo nos deslocando do que no show propriamente”, criticou a internauta Tais Alves.

– “Horrível mesmo, muita baderna, muita desorganização, o telão para quem estava longe dava pra ver nada pois o responsável pela imagem estava filmando tudo torto, no final trânsito dos infernos, sem nenhuma fiscalização depois de muitas horas apareceu, fiquei depois desse filme de horror duas horas no trânsito, nunca mais”! Comentou Laura Mion.

_ “Tive que voltar com passageiros, da pamonharia para frente ninguém passava o trânsito travou todo um bando de motorista mal-educado passando pela contramão um verdadeiro caos”, comentou Marcos Cani.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*