GM de Anchieta treina com instrução do DOT para situações de conflito

Publicado em às 16:36.
Por Luciana Maximo

Finalizou nesta sexta (20) o curso de operações de contenção de grandes convulsões nos espaços públicos realizado por agentes da Guarda Municipal de Anchieta. Cerca de 30 agentes estão participando das aulas que têm carga horária de 30h.

O objetivo da capacitação, segundo o gerente de Segurança Pública e Social de Anchieta, Leonardo Abrantes, é apresentar aos agentes noções de intervenção em situações de distúrbios civis, confusões coletivas no município, com as ferramentas disponíveis – equipamentos antitumulto, bastões e cassetetes, adquiridos pelo município desde 2015. “Tínhamos os equipamentos, mas os agentes não tinham sidos capacitados para utilizá-los. A partir desse treinamento os guardas poderão usá-los, caso necessário”, explicou Abrantes.

Quem está ministrando as aulas é o idealizador da Diretoria de Operações Táticas – DOT, da Secretaria de Justiça, Giuliano Alencastre do Nascimento. O Curso possui o seguinte conteúdo programático: noções conceituais de distúrbio civil; principais causas e consequências dos distúrbios civis; técnicas de controle de distúrbio civil; material bélico e equipamento de controle distúrbios civis e pelotão de choque.

O treinamento sobre distúrbios civis incluíram aulas teóricas e instruções práticas com diversos exemplos, como situações em que possam lidar com gás de pimenta, gás lacrimogêneo, água, fogo, pedras e outros.

Os treinos práticos ocorreram atrás da sede da Prefeitura Municipal, já as aulas teóricas foram ministradas na quarta-feira no Centro Cultural em Anchieta.

De acordo com Nogueira, é um treinamento que visa sempre proteger a vida do cidadão e proteger a integridade física de todos os agentes. “É um passo muito importante, capacitação nunca é demais, a Guarda Municipal é um patrimônio do povo e está aqui para resguardar a todos e poder ser parceira de toda a população, toda vez que tiver um distúrbio ou alguma intervenção a GM estará à disposição para atuar”, explicou.

Vale ressaltar que a GM de Anchieta nunca viveu na prática situações de distúrbio civil, mas o treinamento prepara os agentes para uma eventualidade.

“Nunca tivemos essas situações nesses nove anos, mas qualquer treinamento é feito para você não agir, mas se houver uma situação diferente na cidade estaremos treinados para agir na legalidade. Os agentes estão muito interados e muito objetivos no curso ministrado. É uma forma de demonstrar que eles estão motivados a fazer esse curso. É um treinamento muito bom e muito importante em que todos estarão capacitados para agir em uma situação que venha ocorrer”, assegurou Vander Nogueira, gerente Estratégico da Guarda Civil Municipal de Anchieta.

A Reportagem acompanhou um pouco das instruções nesta tarde em Anchieta e viu a importância do treinamento ofertado pelo DOT.

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*