Literatuando: Sonhos

Publicado em às 7:03.
Por Fabiani Taylor

 

 

Lembram do filme As crônicas de Nárnia: O leão, a feiticeira e o guarda-roupa? Aquele em que, os quatro irmãos, Pedro, Susana, Edmundo e Lúcia, quando passaram por dentro de um antigo guarda-roupa, encontraram o país Nárnia, que passava por um inverno já há cem anos, devido ao poder da feiticeira branca? Quem chegou primeiro a Nárnia foi a caçula Lúcia e a mesma encontrou, logo de início, o bondoso ser mitológico Sr. Tumnus. Já seu irmão Edmundo, ao atravessar o guarda-roupa e encontrar Nárnia, deparou-se com a feiticeira branca. Esse início do filme explica muito as escolhas seguintes dos dois irmãos: Lúcia quer libertar Nárnia da feiticeira má e Edmundo se juntou a ela.

São as nossas eternas escolhas e, com elas, as pessoas que nos ajudam a resolver qual caminho seguir. Não chegamos a lugar algum sozinhos, é preciso haver encontros em nossas vidas e, nesses encontros, conhecemos pessoas iluminadas que nos colocam para frente, fazem por nós sem pensar em algum interesse, estão ali com o único objetivo: ajudar. Mas, encontramos muitas pessoas, que são como a feiticeira branca, só querem o nosso mal, transformam nossas vidas num eterno inverno, são invejosas, fofoqueiras e não vivem a própria vida, pois o intuito delas, diferente das pessoas iluminadas, é tornar a vida do outro um mar de tormentos.

Mas, a Física já ensina que para toda ação existe uma reação. Tudo que essas feiticeiras brancas desejam para o outro, voltam para si mesmas, só que elas não percebem que suas vidas estão um caos, pois estão prestando atenção na vida alheia.

Agora penso em Fernando Pessoa, grande poeta português, quando proferiu que “O Homem é do tamanho de seus sonhos”. Não sonho somente com bens materiais, eles passarão. É preciso chegar à humildade de Euclides da Cunha quando ele disse que o coletivo é maior que nossas particularidades. Então, eu sonho muito. Quero, principalmente, que, ao sonhar, pessoas iluminadas passem no meu caminho e que possam me instigar a outro sonho, que levará outra pessoa junto comigo para sonhar cada vez mais alto.

No filme, As crônicas de Nárnia, tudo se normaliza. Nossas vidas seguem também, pois ainda existem muitas pessoas iluminadas. Quanto às feiticeiras brancas, são abafadas por tantos bondosos Sr. Tumnus que existem pelo mundo e, para elas, dou a minha eterna primavera.

 

LI E GOSTEI

images

O livro O Vampiro que descobriu o Brasil, de Ivan Jaf, conta-nos a história de um vampiro que perpassa vários períodos históricos, sempre mordendo pescoços de pessoas que marcaram a História e tomando o lugar delas.

 

ASSISTI E GOSTEI

images (1)

 

Assista a trilogia “As crônicas de Nárnia”, os filmes envolvem situações reais e de ficção, bem como, em suas entrelinhas, podemos fazer até um estudo religioso.

PARA REFLETIR

Os bons vi sempre passar/ No mundo graves tormentos;/ E para mais me espantar/ Os maus vi sempre nadar/ Em mar de contentamentos.

Luís de Camões

OUVI E APROVEI

download

E vem de Chico César: Deus me proteja de mim e da maldade de gente boa/ Da bondade da pessoa ruim/ Deus me governe e guarde ilumine e zele assim…

 

E A GRAMÁTICA… COM AS CURIOSIDADES DA LÍNGUA PORTUGUESA

 

Fala Popular

No dia a dia, é comum observarmos que muitas pessoas se confundem ao empregar certos termos da língua. Veja a seguir uma lista com os termos que selecionamos e atente para a forma padrão, buscando utilizá-la.

 download (1) Você não come mortandela. O que você come é mortadela.
 download (2) Aquele sujeito deitado na rua não é um mendingo, mas sim um mendigo.
 7891025700609_1344290_iog_danone_polpa_540g_mrgo Ninguém toma iorgute. Todos tomam iogurte.
 download (3) A janela do seu banheiro não é uma vasculhante, mas sim uma basculante.
 hqdefault Seu sapato não possui cardaço, mas sim cadarço.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*