Mais de 40 mil consultas realizadas em Kennedy

Publicado em às 8:42.
Por Da redação

São 36 especialidades médicas sendo ofertadas pela Prefeitura de Kennedy

 

O município de Presidente Kennedy saiu na frente em se tratando de investimentos em saúde. Dentre os 20 municípios que aumentaram suas despesas, Kennedy também se destaca com o investimento de 112,2%. No ano passado, Kennedy ocupou 2º lugar no ranking per capta, com despesa de R$ 2.000,52.

De acordo com a Prefeita, Amanda Quinta Rangel, saúde e educação são prioridades. “Prova é que hoje temos 36 especialidades médicas, número que não tenho conhecimento de nenhum município da região Sul. São especialidades que facilitam a vida da população, evitando que os moradores façam grandes deslocamentos, já que tem tudo no próprio município. Fora as unidades de saúde que conseguimos construir”, disse.

A pedido do Jornal, a Secretaria Saúde fez um balanço e focou o primeiro quadrimestre de 2017. Pelo menos 31.287 consultas, entre especialidades, urgência e emergência já foram realizadas. Somente em consultas com médicos especialistas mais de seis mil pessoas foram atendidas no Centro de Especialidades. Foram 25 mil procedimentos realizados em pelo menos 31.000 pacientes. Quase dois mil atendimentos em fisioterapia. Os agentes comunitários fizeram 14.882 visitas.

A Secretaria de Saúde anunciou a inauguração das ESF de São Salvador e Boa Esperança, a implantação do prontuário eletrônico e informatização de toda a Secretaria Saúde para melhor atender a demanda da população kennedesense.

A Prefeitura oferece transporte para a sede, outros municípios e estados, remédio sem custo, óculos, fisioterapia, fraldas adulto e infantil, leite especial, consultas em todas as especialidades, exames diversos, atenção psicossocial entre outros.

 

Foto: Prestação de contas/PMPK

LEGENDA: O secretário de Saúde Valdinei Costalonga faz uma prestação de contas do primeiro quadrimestre na Câmara.

 

Quase dois mil atendimentos, palestras e distribuição de materiais de higiene

 

Em se tratando de consultas odontológicas, pelo menos 1.813 foram feitas nos consultórios. Entre aferição de Pressão arterial, coleta de material para exame laboratorial, curativos, glicemia capilar, injeções, eletrocardiograma, sutura retirada de pontos, inalação, 47.711 procedimentos.  Os dados de produção de serviços são oriundos do SIA/SUS, contemplando aspectos relativos à atenção básica, urgência e emergência, atenção psicossocial, atenção ambulatorial especializada, assistência farmacêutica e vigilância em saúde e ainda 14.882 atendimentos pelo Programa Saúde na Escola.

O trabalhador em Kennedy recebe atendimento diferenciado. É o Projeto Saúde do Trabalhador que presta atendimento após o horário de trabalho. A iniciativa promoveu 497 consultas odontológicas e 613 consultas com médicos especialistas.

Além de todos os atendimentos de praxe, 52 palestras para a equipe de enfermagem foram promovidas, 52 para a equipe de nutrição e 52 para palestras odontológicas também foram ministradas. Foram distribuídas pelo menos 400 escovas de dente, 400 fios dentais e 400 creme dental.

 

Psicossocial

 

Foram feitos 490 atendimentos pela equipe compreendendo, orientação, visitas domiciliares em equipe e individual, atendimentos de psicólogos, psiquiatras, serviço social, internação e consultório na rua entre outros. 731 foram consultas agendadas e realizadas via Sisreg pela Central de Regulação Municipal (consultas que o município agenda para ser realizado pelo estado) e 618 exames desde mamografia, ressonância magnética, tomografia computadorizadas entre outras em clínicas de fora do município. Foram solicitados 1.151 exames e pagos nesse total 94.599,91, são dados do Consórcio Polo Sul.

A Secretaria de Saúde viabilizou transporte de pacientes para atendimento em diversos municípios. Ao todo, foram feiras 605 viagens para dentro e fora do Estado atendendo a 2.615 usuários.

 

Remédios gratuitos

 

Em Kennedy, o paciente consulta e sai com o remédio na mão. Foram ofertados, pelo menos, 19. 516 nas ESF e no PAM. A Prefeitura gastou R$290.481,67 com aquisições desses medicamentos para distribuição gratuita e R$343.803,49com medicamentos complementares. Somente no PAM, na sede foram gastos a quantia de R$34.326,63. 140 medicamentos de auto custo foram solicitados. A Prefeitura gastou R$46.900.00 com aquisições para oferta de insumos para automonitoramento glicêmico aos usuários (lancetas e fitas de glicemia) e atendeu a 91 cidadãos. Com publicidade, em especial material gráfico para campanhas foram investidos R$38.115,00.

Os dados dos serviços prestados no primeiro quadrimestre de 2017 serão disponibilizados no site do jornal na íntegra, onde poderá ser constato detalhes de todos os serviços realizados em Kennedy.

Foto: Unidade de Saúde São Salvador/ Fotos divulgação PMPK

Legenda: Em breve serão inauguradas mais duas unidades de Saúde em Kennedy, uma delas em São Salvador.

 

 

 

 

 

 

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*