Marido que matou a mulher na Gamboa é preso pela PC em casa

Publicado em às 11:14.
Por Da redação

O esposo ciumento que asfixiou e esganou a mulher dentro do quarto na Praia da Gamboa foi preso na última sexta-feira em casa

A Polícia Civil – PC em Itapemirim, através do delegado titular da Delegacia, Djalma Lemos prendeu na última sexta-feira, 13, Adimilson de Souza da Cruz, 43 anos, em sua residência, na Praia da Gamboa em Itapemirim.

Admilson confessou ter esganado a mulher, a servidora pública, Claudiana Bom Macota, 35 anos por quatro minutos e depois limpou a casa, carregou o corpo até a mata na Gamboa e ocultou o cadáver. Ele não suportou as evidências colhidas pela perícia técnica e o interrogatório do delegado, acabou confessando ter matado a mulher. sexta-feira ele foi detido.

A justiça decretou o mando de prisão preventiva após o entendimento do Ministério Público – MP de que Admilson realmente é o assassino da mulher, pois ele confessara nos mínimos detalhes e mostrou onde deixou o cadáver até na segunda-feira, 09, quando funcionários da Prefeitura acharam o corpo já em decomposição após um incêndio na matinha. Admilson não resistiu à prisão, foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória – CDP de Marataízes onde fica a disposição da Justiça, até que seja oferecida denúncia contra ele pelo Ministério Público e o juiz decida se o mantém preso até o julgamento ou se ele responde o crime em liberdade após cumprir os 30 dias de prisão preventiva.

O corpo localizado na Gamboa ainda não foi identificado, foi feito o exame de DNA, mas o prazo mínimo é de 15 dias. Após a identificação será sepultado. O caso chocou a população de Itapemirim.  Admilson será indiciado por feminicídio e omissão de cadáver, poderá ser condenado a 30 anos de prisão, segundo o delegado que responsável pelo inquérito.

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*