PM prende dois com drogas em Iriri

Publicado em às 10:14.
Por Da redação

Apreendido após um golpe de mata-leão e o outro se disfarçando no meio de populares em Iriri, cana para eles

 

A experiência dos soldados Tiago Lara, Vanessa e Morais da Polícia Militar- PM contou muito na tarde desta segunda-feira, 31 e acabou levando para o xilindró um menor e um maior com um tablete de maconha, balança de precisão e celulares.

Os indivíduos foram pegos no flagra, com o material ilícito que tentaram se livrar, mas os soldados foram mais perspicazes que eles e deram o bote, acabando com os planos da bandidagem. O menor teve de tomar um golpe mata-leão, pois tentou ainda entrar em luta corporal com o soldado. O maior tentou disfarçar no meio de populares depois de ter sido perseguido, o plano deu errado e os dois acabaram presos, em Iriri.

De acordo com o Boletim de Ocorrência – BO, os soldados saíram de Piúma e prosseguiam para uma audiência no Fórum de Anchieta e, próximo a Casa de Show Green House, no bairro Portinho, em Piúma avistaram uma motocicleta CG azul MRW 0927, de Presidente Kennedy com dois indivíduos que despertaram suspeitas. O garupa estava vestido com uma jaqueta de frio, em pleno verão, nesse instante, a viatura da PM sinalizou com luzes e som momento em que os dois evadiram-se em alta velocidade. Foi solicitado apoio via rádio a outras viaturas e continuaram o acompanhamento.

Os suspeitos saíram da Rodovia ES 60 e seguiram sentido a Avenida Dom Helvécio, em Iriri. Durante a fuga próximo a uma casa de um juiz dispensaram nitidamente um tablete de maconha e um tubo de PVC meio sujo de barro do tamanho de uma lata de leite de 400kg. A viatura da Força Tática recolheu drogas e uma balança de precisão no local. O tubo de PVC não foi localizado.

Em seguida, os suspeitos saíram da Avenida Dom Helvécio e subiram a Avenida Padre Anchieta convergindo em cima de calçadas, ameaçando pedestres que caminhavam e outros veículos que vinha na contramão. Os suspeitos convergiram em uma rua sem saída e caíram numa área de barro molhado, levantaram e seguiram em sentido opostos. O soldado Lara seguiu o menor K.C.F, 16 anos e o soldado Morais seguiu Saymon Sedano Cleto, 22 anos.

O menor após cair com a moto invadiu alguns quintais e tentou se esconder embaixo de uma cobertura de um bar na Rua Lourival Serrão. Ao ser dada voz de prisão tentou se evadir e houve início de luta corporal, tendo que ser imobilizado com um golpe conhecido como mata-leão, jogando-o no chão onde foi algemado.

Já Saymon tentou se esconder em um terreno em sentido oposto ao bar, na mesma rua, retirou a camisa que vestia e tentou se misturar em meio a populares que já acompanhavam a ocorrência. Porém, o bandido acabou dando mole e a experiência de Morais foi fundamental identificando-o, e algemando-o. Buscas foram feitas no intuito de encontrar outros materiais ilícitos, porém sem sucesso.

Além do tablete de maconha, a PM recolheu três celulares, capacetes, chinelos e a motocicleta lançada ao chão. A moto foi deixada no local por conta da falta de guinchos, a mesma não tem restrição de furto ou roubo.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*