Único no mundo: aplicativo contra a Dengue, Zika e Chicungunya

Publicado em às 5:32.
Por Luciana Maximo

 

Único no mundo, o aplicativo tem o objetivo de por meio de perguntas simples, de múltipla escolha, dar como resultado qual a probabilidade da pessoa estar com a doença, dengue, zíka ou chicungunha

A dengue não para de adoecer pessoas em todo país, mas em Kennedy, cidade do Espírito Santo com segundo maio caso da doença confirmado, só perde para Apiacá, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. No site da Secretaria Estadual de notificações chegam a 1683,5 nas últimas quatro semanas.

O município decretou Situação de Emergência para encontrar apoio no Estado e desenvolver campanhas de combate ao mosquito. Em 2014 apenas dois casos foram confirmados, nove notificados e sete descartados. Já em 2015, foram notificados 545 casos da doença, 148 confirmados e 103 descartados.

O secretário de Saúde Deivis Guimarães colocou o bloco na rua está na luta contra a doença. Ele concedeu uma entrevista ao Jornal para esclarecer sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti e falar sobre o aplicativo que desenvolveu com pesquisadores do EUA, pioneiro no mundo para detectar se a pessoa está com a doença. Confira a entrevista abaixo.

 

Jornal: Secretário, como o senhor avalia a situação do avanço dessas doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti em nosso Estado?

 

É importante que, primeiramente deixemos claro que esta batalha deve ser uma luta de todos, pois mais de 70% dos criadouros e focos estão nas residências das pessoas, ou seja, se a população não fizer sua parte, o governo por si só não conseguirá nunca combater essas doenças transmitidas pelo mosquito Aedes.

As vigilâncias de todos municípios veem atuando há anos nesse combate, e em minha visão estão muito bem preparadas e capacitadas, o que me preocupa são questões de estrutura, pois sabemos as dificuldades que os municípios tem com licitações e aquisições de insumos e EPIs, principalmente, neste período em que os orçamentos municipais estão fechados e geralmente só reabrem em fevereiro, causando uma verdadeira paralisia nos órgãos públicos, que não podem comprar e nem pagar nesse período, além disso, ainda enfrentamos as questões que envolvem os fornecedores que em sua maioria estão em recesso e férias coletivas.

Essas doenças não são novas no mundo, existem há décadas, e agora a Chikungunya e a Zika vêm se espalhando em nosso território, e também são transmitidas pelo mesmo mosquito que a dengue.

O importante é que os municípios façam as notificações corretamente dos casos suspeitos e que o Estado de suporte técnico e estratégico aos municípios.

 

Jornal: O que é Zika, qual o risco as gestantes e existe algum tratamento especial para essa doença?

 

De acordo com o Ministério da Saúde, Zika é uma doença viral aguda, transmitida principalmente por mosquitos, tais como Aedes aegypti, caracterizada por exantema maculopapular pruriginoso, febre intermitente, hiperemia conjuntival não purulenta e sem prurido, artralgia, mialgia e dor de cabeça. Apresenta evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após 3-7 dias.

Não existe tratamento específico, somente para os sintomas. No caso das gestantes, em especial, se houver suspeita da doença deve se imediatamente procurar o serviço de saúde mais próximo para que sejam efetuado os exames de confirmação da doença e o acompanhamento rigoroso da evolução dessa gravidez, principalmente, devido ao risco de microcefalia, que vem sendo atribuída como uma das consequências da doença.

Em Presidente Kennedy, passamos a monitorar rotineiramente as gestantes por meio dos grupos de gestantes das unidades e também por meio da assistência domiciliar, independente de existir qualquer indicio da doença em nosso município, mas é melhor prevenir do que remediar.

 

Jornal: Chegou ao nosso conhecimento que o senhor desenvolveu em parceria com médicos especialistas do EUA e Brasil um aplicativo sobre as doenças dengue, Chikungunya e Zika, qual a finalidade dele e como as pessoas podem utilizar?

 

Verdade, desenvolvemos o primeiro e único aplicativo do mundo neste segmento, no ano passado quando eu estava desenvolvendo um projeto para o Governo da Bahia, me uni a um grupo de pesquisadores que estudaram a fundo o vírus do Chikungunya e da Zika, e coordenado por uma das maiores autoridades do país em infectologia desenvolvemos um aplicativo, disponível para celulares com sistema android e iOs, de nome “Dengue x Chik x Zika”, que pode ser baixado direto da googleplay ou da apple store, ele é gratuito e também tem a versão completa, e pode ser utilizado por profissionais da saúde e também pela população, o objetivo dele é por meio de perguntas simples, de múltipla escolha, dar como resultado qual a probabilidade da pessoa estar com a doença, ele não substitui o médico e nem é um aplicativo de diagnóstico, apenas auxilia com as probabilidades e acrescido do exame clinico e laboratorial pode dar 99% de certeza de qual doença o usuário esta acometido.

Outra função importante é que por meio de geolocalização esta mapeando as probabilidades de casos em todo pais, já temos milhares de usuários utilizando e com isso estamos criando uma verdadeira biblioteca geográfica de suspeitas de casos em todos brasil.

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*