Câmara de Cachoeiro discute número de vereadores

Publicado em às 22:30.
Por Célia Ferreira

O número de vereadores em Cachoeiro de Itapemirim, que possui hoje 19 parlamentares, passou a ser discutido de forma objetiva pela Câmara a partir da sessão desta terça-feira (08). Dois projetos de emenda à Lei Orgânica propondo a redução deste número foram apresentados na casa pouco antes do início da sessão, ambos com o total de oito assinaturas cada. O primeiro deles, protocolado por Júlio Ferrari (PV), propõe a redução para dezessete vereadores; o segundo, de José Carlos Amaral (DEM), reduz para quinze vereadores.

Ferrari diz que, segundo dados atualizados pela Controladoria da Câmara nesta terça-feira, cada vereador a menos representa uma economia de R$ 272 mil ao ano, incluindo gastos com salários e encargos de assessores e do próprio parlamentar.  A redução, portanto, possibilitaria a economia de recursos para a manutenção da Casa, cujo orçamento está no limite, apesar de todos os cortes de despesas feitos nos últimos anos.

Isso porque, lembra o presidente, desde 2010, após alterações na legislação federal, o repasse da prefeitura para as despesas da Câmara caiu de 7% da receita municipal para 6%. Além disso, desde janeiro e até que o Tribunal de Contas do Estado se pronuncie a respeito, os valores da Cosip (Contribuição sobre a Iluminação Pública) deixaram de fazer parte da base de cálculo do duodécimo, e com isso a Câmara perderá cerca de R% 500 mil por ano.

Segundo Júlio, mesmo entre os vereadores que defendem a redução há discordância sobre o número ideal para o município. Por isso, os dois projetos foram apresentados, e há inclusive vereadores que assinaram ambos os projetos, para decidir sobre o número após a discussão em plenário ou apenas para garantir ao autor principal que pudesse levar a proposta ao plenário, já que, segundo o regimento interno, projetos de emenda à Lei Orgânica precisam ter a assinatura de, no mínimo, um terço dos membros da casa, isto é, sete vereadores.

Para que possa ter valor para a próxima eleição, a mudança precisa ser aprovada e publicada antes do dia 02 de outubro deste ano. Ferrari diz que os dois projetos serão votados em primeiro turno na próxima sessão, no dia 15/09. Após no mínimo dez dias de intervalo, o projeto aprovado terá que ser apreciado em segundo turno. Para ser aprovada, a matéria precisa do voto de dois terços da Câmara (13 vereadores) em cada turno. O número de vereadores é determinado pela Constituição Federal, em seu artigo 29. Desde a aprovação da emenda 58/2009, municípios com população de 160 mil a 300 mil habitantes, como é o caso de Cachoeiro, podem ter até 21 vereadores.

 

Projeto de Emenda à LOM 004/ 2015 (redução para 17 vereadores)

Autores:  Júlio Ferrari (PV), Rodrigo Enfermeiro (PSB), David Lóss (PDT), Alexandre Bastos (PSB), Professor Léo (PT), Ely Scarpini (PR), Jonas Nogueira (PV), Fabrício do Zumbi (sem partido)

 

Projeto de Emenda à LOM 005 2015 (redução para 15 vereadores)

Autores: José Carlos Amaral (DEM), Luisinho Tereré (DEM), Rodrigo Enfermeiro (PSB), Fabrício do Zumbi (sem partido), Elias de Souza (PT), David Lóss (PDT), Professor Léo (PT), Júlio Ferrari (PV)

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*