Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home2/esnotici/public_html/wp-content/themes/esnotici_layout/single.php on line 11

Um dia inteiro para a leitura

Publicado em às 19:43.
Por

fabiani e aluno2 fabinai a tarde 2 a tarde 3 a tarde 4 a tarde 5 a tarde 6 a tarde 7 a tarde alunios 13 alunos 2 alunos 4 alunos 5 alunos 6 alunos 7 alunos 8 alunos 9 alunos 10 alunos 11 alunos 14 alunos de novo alunos e fabiani alunos

A Escola Municipal Manoel dos Santos Pedroza, em Piúma promoveu na manhã de hoje, na sede do educandário uma manhã diferente. Oportunizou aos alunos o contato com duas escritoras. A cronista Fabiani Taylor e a jornalista Luciana Maximo – editora do Jornal.

De acordo com a diretora da escola, Fernanda Scherrer, o projeto Parada para a Leitura vem sendo realizado há quatro anos e o objetivo principal é o incentivo a leitura. “A Escola a cada bimestre para, para fazer o aluno ler, mas durante uma semana no bimestre, os professores desenvolvem atividades relacionadas à leitura. Esse ano de 2014 trouxemos duas escritoras, a professora Fabiani Taylor e a jornalista Luciana Maximo”, disse.

Fernanda lembrou que para ter um dia dedicado a leitura, primeiro é feito um trabalho em sala de aula. “Trabalhamos com o jornal de 6º ao 9º ano. Na semana passada trabalhamos as crônicas da Fabiani. Foi fantástica a participação das duas escritoras, eu fiquei até surpresa com os alunos, com a participação deles e com o entusiasmo. Todos queriam fazer perguntas e todos queriam saber um pouquinho mais de como aconteceu todo o processo de leitura e escrita delas. Hoje foi plantada uma sementinha. A escola tem de tentar fazer o papel dela, de fazer com que pelo menos que o aluno saia daqui leitor e talvez escritor”, ressaltou a diretora.

Além das experiências narradas pelas duas escritoras, o assunto leitura e escrita foi abordado por ambas de forma muito especial. Fabiani falou da crônica, contou como surgem cada texto e os alunos se encantaram, uma vez que os professores já haviam trabalhado os textos dela nas salas de aula. Hoje eles puderam conhecer a autora das crônicas, puderam questioná-la, saber de onde ela tirou os ingredientes para descrever minuciosamente. Fabiani contou que nada na vida é fácil, que ela também tem dores, tristezas, passou por momentos difíceis e venceu os obstáculos. “Nada é fácil como se pensa. É preciso antes de tudo acreditar no sonho, buscar alternativas, estudar, se dedicar e praticar muito a leitura. Talvez o mundo ofereça facilidades, mas o preço não compensa. Eu amo escrever e saber que cada texto pode contribuir para acrescentar uma realidade”, disse Taylor.

Vários gêneros

A jornalista Luciana falou do início de trajetória no mundo das letras. Disse que já roubou livros porque não tinha dinheiro para comprar, mas ninguém nunca soube. Descontraída e informal, a jornalista contou sobre a diferença entre crônica e notícia. Comentou como sair da notícia e fazer poesia. Ressaltou sobre a importância de conhecer os gêneros textuais. Explicou o que é um editorial e porque se produz, a carta do leitor, o artigo de opinião. Frisou sobre a fotografia para ilustrar uma notícia. Entre um poema, uma notícia e uma foto, a jornalista arrancou risos e aplausos dos alunos que fizeram muitas perguntas. Uma delas, o que a jornalista achou sobre os homicídios durante o carnaval, outra e talvez mais intrigante, o que ela faria se pudesse mudar o mundo. Luciana chorou algumas vezes ao se lembrar de notícias emocionantes, com a de um adolescente que morreu eletrocutado dentro de um córrego e que havia feito um desenho um dia antes da morte de uma criança embaixo de uma árvore dentro do córrego. Local onde o corpo dele foi encontrado três dias depois. “Foi muito especial esse momento com os alunos. Dizer para eles que escrever é fascinante que ler é fantástico, que descobrir novos mundos nos conduz a viajar em lugares diferentes. Eu chorei, pois vi que eles, os alunos, precisam compreender a força de um texto, a importância e o que um texto pode mudar realidades, transformar uma sociedade e contribuir para o outro”, frisou a jornalista.

 

 

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*