Reginaldo ofereceu o vice, mas Aluízio não aceitou

Publicado em às 16:52.
Por Da redação

O ex-prefeito de Presidente Kennedy, Aluízio Carlos Correia (PR) fechou apoio a pré-candidatura de Amanda Quinta a prefeitura depois de várias conversas.

No discurso da presidente do PR, Priscila Fontana Correa, filha de Aluízio, ela foi enfática, disse que Kennedy está no rumo certo e que a família está apoiando Amanda. Priscila frisou que Reginaldo Quinta esteve na casa do pai dela, fez propostas de vice e de outras lideranças, mas as mesmas não foram aceitas pelo grupo liderado pela família dela.

Dorlei Fontão ao ser escolhido para vice de Amanda, Priscila disse que não é hora de impor, é hora de união pelo progresso, e desenvolvimento de Kennedy , estando sempre a disposição para que a cidade continue no rumo certo. Assegurou que não houve traição alguma, muito pelo contrário, as conversas sempre existiram. “Nós abrimos mão, conversamos antes com José Augusto e Amanda e dissemos, se vocês acharem que nós somos necessários e se formos a pessoa que vocês querem, tudo bem. A gente quer também ter voz, não só ter o título de vice, só isso não adiantaria. Não é isso que queremos para Kennedy. Estamos juntos, arregaçando as mangas e o que Amanda precisar vamos estar junto. Não adianta ser mais um só para dizer. Nós queremos ser de fato mais um que soma e sabemos que nós podemos fazer um Kennedy diferente, gente que quer ver o bem do outro, sem falar mal, sem denegrir as famílias, sem perder princípios. Sem perder princípios, porque nós estudamos, porque somos um povo que corrermos atrás, crescemos e temos nossos valores. Sempre tivemos crédito com José Augusto e Amanda, a diferença é saber que você vai contribuir para pessoas que querem a diferença. Dorley sempre foi uma pessoa que sempre somou junto com a gente. Não houve essa traição no fechar nas cortinas. As conversas sempre foram muito sinceras. Reginaldo teve lá em casa ofereceu o cargo de vice a meu pai outras lideranças. Mas não é do nosso interesse, se aceitássemos perderíamos a base de tudo, perderíamos os princípios, perderíamos a credibilidade que nós temos com os nossos eleitores de saber o que é certo e o que é errado, mas, fazer o que, cada um fala o que quer”, ressaltou a presidente do PR Priscila Correa.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*