Viciado reage ao ser internado pela 15ª vez e é baleado pelo pai

Publicado em às 11:57.
Por Da redação

Um policial militar da reserva acabou atirando na perna do próprio filho durante uma discussão na casa onde moram, no município de Anchieta, litoral Sul do Estado.

O pai conta que o filho, de 29 anos, graduado em Direito, de posse de uma faca, ameaçou de morte os funcionários de uma clínica de reabilitação que foram buscá-lo, no final da noite de segunda-feira (8).

E quando o pai foi tentar dialogar com o filho, ele apontou a faca na direção dele também.

“Primeiro ele prendeu os funcionários pelo lado de dentro da casa e eu pedi para ele liberar as pessoas, mas ele não me ouvia. Estava extremamente alterado e achava que eu era da clínica. Ele disse que ia me matar e não abaixou a faca quando eu pedi, acabei usando de força maior. Se eu não atirasse, ele podia ter matado algum de nós”, disse o PM aposentado.

O disparo atingiu a panturrilha da perna esquerda do rapaz, que foi socorrido e levado para um hospital do município. Pai e filho foram levados para a 5ª Delegacia Regional de Guarapari, onde foram ouvidos e liberados.

O filho foi levado pela 15ª vez para uma clínica de reabilitação.

A reportagem completa sobre esse caso você lê na edição desta quarta-feira (10) do jornal A Tribuna.

 

Por Roberta Bourguignon

Fonte A Tribuna

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*